DIARIO DE BORDO DO PLANETA TERRA - pgalvas@yahoo.com

Friday, August 22, 2003

+ 2 mortos em 24 horas

Portugueses emigrantes com lojas abertas em Joanesburgo, estão para a África do Sul, como os cidadãos do resto do mundo estão para a mais famosa clínica de morte assistida ( eutanásia ) na Suiça.
Se quiserem morrer, mais tarde ou mais cedo - como nas doenças prolongadas - abram um estaminé ( tem de ser um mini ou um supermercado ) em Joanesburgo ou em Pretória e esperem. Não há-de levar muito tempo. Têm de ser portugueses, caso contrário não resulta. E se forem da Madeira, melhor. Existe uma grande vantagem em relação à clinica da Suiça. É que quem está na clínica, tem sempre aquela angústia da espera, do saber ao segundo quando será dada a estocada final. Na África no Sul é muito mais emotivo.O efeito surpresa dá um novo sabor ao dia-a-dia. Nunca sabemos se será hoje à tarde, ou se será hoje à noite ( no máximo ).

São mais de 20, os anos que me separam de frases como :
"Visitas, visitas, há muitas visitas, que enchem os sonhos, os meus e os teus. São endiabradas e muito animadas, depois vão-se embora sem dizer adeus. "
ou mesmo:
"O areias é um camelo, tem duas bossas e muito pêlo..."
Ontem, passeava eu pela Ericeira, quando descubro o quê...? Que num restaurante da vila, a noite de hoje ia ser abrilhantada pela fadista - sim, eu disse fadista - SUZI PAULA.
Como é que será que está hoje em dia a nossa rica menina? Será que está bem, como a Dora ( dos festivais ) que fugiu para o Brasil ( ficou certamente a viver em casa do Pitangui ), tendo voltado há três anos; ou será que está mal, muito mal, mal, mal, mal, como a Linda da Suza, que parece uma leoa e que pelos vistos voltou a Portugal, ( deveria ter feito escala na Portela para apanhar um Varig para o Rio, seguindo os passos da sua contemporânea) . Se dependesse de mim, adiava a minha ida ao Alentejo, apenas para poder chegar ao pé da SUZI P. e dizer-lhe: " SUZI, obrigado por seres quem és e já agora, se vires por aí a Maria Armanda pequenita, que a grande é fadista como tu, e a Ana Faria, diz-lhes que também gosto muito delas".
Deixo-vos agora com um belo e vetusto trecho da outra, da SUZA:

" Deux valises en carton sur la terre de France
Un Prince s'éloigne dans le brouillard matinal
C'est à la fille qui l'attend là-bas qu'il pense
Ce Portugais qui rentre enfin au Portugal
Ce Portugais qui rentre enfin au Portugal
la la la la ....."




Tuesday, August 19, 2003

Muito bem, Roberto Carlos!

O Rainbow Warrior, o mais famoso barco da Greenpeace, continua a chamar a atenção para os crimes ambientais. Agora, é feita a reedição daquela que foi a sua primeira missão, em 1978. Demorará 15 dias a chegar à costa da Islândia para mais uma acção de protesto. Será tarde demais. Uma missão composta por três baleeiros, saíu para o mar na madrugada do último domingo e tem como objectivo ( com o apoio do governo islandês ) voltar a terra com 38 baleias minke. Até ao fim do ano, serão caçadas outras 220. Não são caçadas baleias no mar frio da Islândia desde 1989. Os Estados Unidos ( que também caçam baleias )já anunciaram sanções e a Bjork, que tem jeito para tanta coisa, não foi capaz de falar sobre o assunto. Estivessemos nós no inverno e diria que está a hibernar.

VOLTEI DE FÉRIAS

Senti-me um refugiado, na minha viagem de regresso das férias. Parecia estar a correr para a fronteira do Uganda com o Ruanda. Fugia do terrível Idi Amin, um dos mais sanguinários ditadores da História de África. Morreu esta semana, ligado a uma máquina, depois de ter perseguido, torturado e assassinado mais de meio milhão de pessoas.