DIARIO DE BORDO DO PLANETA TERRA - pgalvas@yahoo.com

Tuesday, November 09, 2004

"FÚRIA FANTASMA"
é o nome da operação militar que os E.U.A lançaram contra a cidade de Fallujah no Iraque. É a maior deste o Vietname e promete também ser a mais arrasadora.
Um dos primeiros alvos deste ataque maciço foi um hospital novinho em folha, que tinha sido construído pela comunidade internacional e do qual restam apenas destroços. Como se pode ver, de "Fantasma", esta operação não tem nada.
Já morreram 1100 soldados norte-americanos e mais de 100.000 iraquianos -muitos deles crianças, mulheres e velhotes- desde o início da guerra.

Friday, November 05, 2004

E AINDA...
No processo de saída de Fernando Lima como director do DN, José António Barreiros - que partilhava o espaço no jornal com o Bettencourt Resendes e com o Delgado - acabou por se demitir.
Quem é que ocupa agora o seu lugar?
José Francisco Gandarez, advogado da Rui Gomes da Silva e Associados - Soc. de Advogados.
É tão lindo, não é?

E.....
no seguimento do que escrevi há uns minutos atrás, só falta dizer que esta parceria - que é ideológica e que não tem qualquer fundamento económico - está escarrapachada na publicidade do Diário Digital, a saber:
CTT, Águas de Portugal, EDP, Caixa Geral de Depósitos, Portugal Telecom, Galp Energia e por aí fora.
Quando for grande, quero trabalhar para o Luís Delgado, como angariador de publicidade.

LUÍS DELGADO
-esse talibã disfarçado de laranja do Algarve- consegue hoje mais um feito único. Depois de centenas de crónicas nas páginas do DN que nunca passaram de propaganda política - sim, ele é jornalista- que aliás ainda continuam a ser editadas, como é óbvio; depois de ter sido nomeado por Durão Barroso administrador da LUSA ( a primeira medida foi mandar para a rua 97 jornalistas, muitos deles já tinham sido editores e tinham cargos de chefia); depois de ter sido convidado pelo PSD para administrador do grupo PT lusomundo ( Tal e Qual, Jornal de Notícias, 24horas, Diário de Notícias e TSF, entre outros); depois de ter afastado Fernando Lima da direcção do DN, por aparentemente não ser da mesma ala política de Delgado, dentro do próprio PSD; para além de toda a sua postura fascisóide que não é tão acentuada nos comentários da SICnotícias; para além disto tudo, a boa notícia é que o Diário Digital, de que o intestino ainda é director, vai ser vendido e que o governo tem OPÇÃO DE COMPRA! Ah! Ah!Ah!Ah!Ah!
Boa, pá! És o maior! Agora só falta conseguires mandar no Gabinete de Comunicação do governo, que Mogais Sagmento está a criar e que vai custar 2 milhões de euros aos contribuintes. E depois vais ser um magnata da comunicação e controlar a informação do país e depois do mundo e vais ser poderoso e rico e destruir tudo e todos à tua volta e vais ser o dono do universo.
Ah e também vais ser conhecido por ser um lambe botas.

Wednesday, November 03, 2004

AGORA É QUE VAI SER.
Com as eleições de ontem e os resultados de hoje, os Estados Unidos dão o pretexto que faltava para que os atentados e actos terroristas ganhem cada vez mais terreno. A re-eleição do Bush, foi o motivo que faltava para os terroristas mandarem de pantanas aquilo que puderem. E nao há-de ser já. Eles são frios por natureza.

Monday, November 01, 2004

KERRY, KERRY, KERRY, KERRY!

ESTE FOI O DIA
em que saiu uma sondagem que demonstra a divisão dos americanos na escolha do próximo presidente dos Estados Unidos. Provavelmente a última antes de serem conhecidos os resultados, na madrugada de amanhã, ou na pior das hipóteses, nos dias que se seguem, se a barafunda se instalar nas mesas de voto, como costuma acontecer na Florida.
É aí, na Florida, que se encontra desde a semana passada, um grupo de observadores da União Europeia que assegura - tal como acontece em países do terceiro mundo - o normal processo de preparação do acto eleitoral.
Na sondagem de hoje, encomendada pela CNN e pelo USA Today à Marktest lá do sítio, a Gallup, os dois candidatos ficam com uma diferença de 2%, o que na prática é um empate técnico. O número de indecisos ronda os 3%, o que poderá favorecer Kerry, e os Estados da Florida e Ohio são ganhos por Kerry.
Mas há um factor que poderá tornar-se decisivo no resultado final: Ralph Nader, independente que gastou um mihão de dólares nesta camapanha, leva consigo 1% dos eleitores.
Em Portugal, nesta altura do campeonato, já este candidato tinha desistido a favor de Kerry, ajudando-o na sua eleição. Pelos vistos isso não vai acontecer. Nem a desistência de Nader, nem a vitória de Kerry. Infelizmente.